Como descartar forro mineral e lã de vidro

Como descartar forro mineral e lã de vidro? Pode jogar no lixo comum para ser levado ao aterro ou é perigoso para o meio ambiente? Será que podem ser recicladas? A seguir falaremos um pouco sobre o descarte correto destes materiais usados para isolamento térmico e acústico de ambientes e equipamentos.

Como descartar forro mineral e lã de vidro

O forro de fibra mineral é uma placa de fibra mineral feita a partir de uma mistura que contém areia, vidro reciclado e lã de rocha. É considerado um dos melhores materiais para absorção de ruídos. Além disso ele não possui produtos tóxicos em sua composição, não causando prejuízos à saúde ou à natureza. E o melhor de tudo, é 100% reciclável.

Caso você tenha placas de forro mineral para descarte, entre em contato com a prefeitura da sua cidade para saber o posto de reciclagem onde poderá entregar este material. A prefeitura possui cadastro de todas empresas.

Já a lã de vidro é formada por fibras e filamentos de vidro, que podem ser misturados com poliéster. Não é a mesma coisa que a fibra de vidro. A lã de vidro sofre tratamento com metais pesados, o que acaba tornado-a um produto tóxico, por isso muitas empresas não gostam de fazer reciclagem deste material. Ela é somente 30% reciclável, transformada em pó de vidro que é misturado à resinas e catalisadores e transformada em outros produtos.

Como descartar forro mineral e lã de vidro
Como descartar forro mineral e lã de vidro?

Não deve-se jogar a lã de vidro no lixo do aterro sanitário, pois pode gerar despesas que passam dos 100 milhões de reais. Procure o posto de reciclagem da sua cidade que trabalhe com este produto. Se não tiver, verifique em lojas de materais de construção, normalmente eles conhecem pessoas que podem querer o produto a ser descartado.

Portanto dê preferência para o forro de fibra mineral no isolamento acústico e térmico da sua casa, sendo 100% reciclável, seu impacto no meio ambiente é muito menor do qua da lã de vidro. Existem empresas de reciclagem no Brasil, como a ICP, que aceitam doação destes materiais.

Deixe um Comentário