Como descartar lixo de cozinha corretamente

Como descartar lixo de cozinha corretamente? Muitas pessoas acham que o lixo da cozinha não tem importância e pode ser descartado de qualquer maneira, mas não é bem assim. Os resíduos sólidos são um problema para várias cidades do Brasil. Algumas cidades já possuem coletas seletivas, mas outras não, veja agora quais resíduos podem ser reciclados e quais são descartáveis.

Como descartar lixo de cozinha

A primeira coisa a fazer é separar a comida que é o lixo úmido, também conhecido como lixo orgânico, do lixo seco que tem produtos recicláveis e não recicláveis.

Ao separar os alimentos você poderá fazer compostagem para transformar o material orgânico em adubo para suas plantas. A compostagem pode ser realizada em casa (confira a receita do Globo Rural), sendo que existem unidades de compostagem em alguns estados brasileiros. Ela pode ser feita com:

  • Restos de frutas, legumes, verduras, grãos e sementes, cascas de ovos, sachê de chá sem etiqueta e erva chimarrão e borra e filtro de café, sem limite de quantidade
  • Frutas cítricas, flores e ervas medicinais, alimentos cozidos, guardanapos e papel toalha e laticínios, em quantidade moderada

Nunca use carnes, temperos fortes, nozes pretas, trigo, arroz, líquidos, papel higiênico, jornal, papelões em geral, fezes de animais domésticos, limão e óleos e gorduras! Pois irão contaminar o solo.

No entanto se não tiver como fazer compostagem, embale bem o lixo e jogue na lixeira comum para ser levado ao aterro.

Lixo seco reciclável e não reciclável

O restante do lixo você poderá separar de acordo com o que poderá ser reciclado ou não, desde que sua cidade possua postos de reciclagem.

Estes são os materiais recicláveis:

  • potes, garrafas e embalagens de plástico e vidro (podendo inclusive ser aproveitados como artigo de decoração)

    Pássaros no aterro sanitário, como descartar lixo de cozinha
    Como descartar lixo de cozinha corretamente
  • papel sulfite
  • papelão
  • revistas
  • pregos e parafusos
  • tecidos
  • couro
  • canos de plástico ou metal
  • garrafas pet e latinhas de alumínio
  • embalagens de metal
  • materias de ferros
  • sacos plásticos
  • fios elétricos
  • alguns equipamentos eletrônicos (ainda são poucos postos de reciclagem que aceitam eletrônicos)
  • óleo de cozinha (alguns postos transformam o óleo em sabão)
  • pilhas e baterias de celular (as pilhas podem ser colocadas em pontos de coleta e baterias de celular podem ser entregues em lojas de eletrônicos)

Além disso algumas cidades possuem catadores que podem recolher o material na sua casa, entre em contato com o posto de reciclagem da sua cidade para saber. Caso não saiba onde fica o posto, basta falar diretamente com a Prefeitura da sua cidade.

Estes são os materias que não poderão se reciclados e devem ser jogados no lixo comum para ser enviado ao aterro sanitário:

  • porcelana (embale em jornal para não causar perigo ao trabalhador)
  • espelhos (embale em jornal para não causar perigo ao trabalhador)
  • cerâmica
  • isopor
  • cristais (embale em jornal para não causar perigo ao trabalhador)
  • vidros temperados (embale em jornal para não causar perigo ao trabalhador)
  • embalagens de produtos tóxicos
  • espumas
  • cabos de panela
  • fitas adesivas e etiquetas
  • papel carbono
  • papel celofane
  • papel de fax
  • papel parafinado
  • guardanapos
  • bitucas de cigarro
  • fotos
  • latas de tinta e verniz
  • palha de aço
  • lâmpadas (embale em jornal para não causar perigo ao trabalhador)
  • ampolas
  • óculos

Resumindo

Assim podemos concluir que o ideal é tentar reaproveitar ao máximo o lixo orgânico como compostagem e separar lixo reciclável de não reciclável para ser entregue em postos de reciclagem.

O aumento da geração de resíduos sólidos pode contaminar o solo, ar e água, além disso causam a proliferação de vetores que transmitem doenças, entopem redes de esgoto, causa enchentes e degrada o ambiente.

Deixe um Comentário